NOTÍCIAS
15/06/2020
Lucratividade da soja cai 14% com baixa do Dólar

Forte ritmo de exportações limita estoques brasileiros no segundo semestre

Os agricultores observaram a lucratividade da soja cair em 14,00% com a recente queda do Dólar norte-americano, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica. “O Dólar caiu 17,73% ante o Real, entre a máxima recorde de 13 de maio e a mínima recente de 8 de junho. Até 13 de maio, quando bateu 5,9012 Reais, a cotação acumulava no ano alta de 47,06%”, apontam as analistas.

De acordo com a T&F, os fretes internacionais voltaram a subir, junto com os preços do petróleo, elevando os prêmios e encarecendo a soja brasileira em relação à americana. “A demanda por soja norte-americana na Bolsa de Chicago (CBOT) voltou a subir levemente nesta semana (apenas 1,75 cents/bushel)”, afirmam os analistas.

“Se a China continuar a demandar soja nos Estados Unidos, esta alta poderá se intensificar um pouco mais. Para haver reflexos sobre os preços da soja brasileira, porém, os prêmios teriam que cair e o Dólar subir, duas coisas que não estão no radar ainda”, ressalvam os especialistas da T&F.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, o forte ritmo de exportações limita estoques brasileiros no segundo semestre, dando espaço para quarta semana consecutiva de altas nos prêmios da soja para 2020. Prêmios para 2021 registraram leves quedas na semana.

“O Brasil embarcou na última semana um total de 3,10 milhões de toneladas de soja. Compromissos totais de exportação em 2020 somam agora 60,85 milhões de toneladas, volume 39,7% superior ao observado no mesmo período de 2019”, apontam os analistas da ARC Mercosul.


CAMBIO

Ainda segundo a ARC, o otimismo observado nos mercados financeiros globais foi reduzido nesta semana, com receios de nova onda de infecções por Covid-19 no mundo: “Este cenário derrubou as bolsas globais ao longo da semana e sentimento de risco foi favorável para o Dólar frente as demais moedas internacionais. O Dólar voltou a operar acima dos R$ 5,00 no Brasil e volatilidade deve se manter em alta nas próximas semanas. Ibovespa acumulou quedas nos últimos dias”.

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
07/01/2020
23/06/2017