NOTÍCIAS
23/07/2018
Soja segue em alta em meio à crise

Prejuízos da guerra comercial para commodities agrícolas já não são mais contabilizados

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na sexta-feira (20.07) ganhos de 3,75 pontos no contrato de Agosto/18, fechando em US$ 8,4975 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 3,25 e 3,75 pontos.

O mercado norte-americano da soja teve mais um dia de ligeiros ganhos nos principais contratos futuros, com suporte nas boas vendas de exportação e reviravolta na expectativa em relação à China. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, fundos de hedge e outros investidores estão atentos a disputas envolvendo os EUA e seus parceiros comerciais, que podem afetar a demanda e deixar agricultores norte-americanos com estoques ainda maiores. 

A Consultoria AgResource destaca que o presidente norte-americano tenta reanimar a retórica político-comercial entre os EUA e China: “Em anúncio nesta manhã, Donald Trump alegou que estariam estudando a elevação do plano tarifário sobre produtos chineses de importação para um total de US$ 500 bilhões em contribuições. Este montante é o suficiente para cobrir toda as exportações anuais da China em direção aos Estados Unidos”. 


“No entanto, o Mercado entende que tal medida não seria viável e que prejuízos para as commodities agrícolas já não são mais contabilizados. Nenhum colapso para as cotações da soja foi observado, uma vez que a especulação entende que os possíveis ônus para a oleaginosa já foram precificados. Os fundos de gestão ativa (especulativos) continuam empilhando novas posições líquidas no lado da venda, hoje contabilizados em 58,4 mil contratos vendidos”, concluem os analistas da ARC. 

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS