NOTÍCIAS
14/06/2018
Arroz transgênico transporta melhor os micronutrientes
Pesquisadores do Instituto de Biologia Molecular Vegetal do ETH Zurich, modificou geneticamente uma variedade de arroz para tornar o transporte de micronutrientes mais eficiente, que é capaz de melhor mobilizar seus depósitos celulares de zinco e ferro e os depositar na parte branca do grão. Essa é primeiro estudo que a exporar esse aspecto dos mecanismos de transporte celular.

A equipe de cientistas liderada por Navreet Bhullar incorporou uma construção genética que contém uma combinação de três genes à variedade de arroz original. Desse modo, um deles é responsável por facilitar a mobilização do ferro armazenado nos vacúolos das plantas, o outro gene codifica a proteína armazenadora do nutriente e o terceiro promove a absorção eficiente do ferro e zinco através das raízes.

O Consultative Group on International Agricultural Research (CGIAR) afirma que 15 ?g /g de ferro e 28 ?g /g de zinco fornecem 30% da exigência média para uma dieta saudável. Com a modificação da variedade de arroz, ele passou a concentrar aumentos de ferro equivalentes a 90% do teor recomendado e até 170% do total necessário de zinco.

Até o momento o cultivo do arroz geneticamente modificado foi testado apenas em ambiente controlado no laboratório. Segundo Bhullar, o próximo passo é realizar experimentos em campo, o que deve acontecer muito em breve.

“Primeiro temos que confirmar que as plantas retêm níveis similares de zinco e ferro nos grãos sob as condições de campo. Uma vez feito isso, devemos avaliar a biodisponibilidade desses nutrientes aumentados para os seres humanos. Pode levar anos até que essas variedades modificadas de arroz cheguem ao público", explica.  

Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
02/06/2015