NOTÍCIAS
22/05/2018
Serotonina é chave para criar arroz resistente a pragas
Um estudo, publicado na revista Nature Plants, revelou que o arroz se torna mais resistente à cigarrinha marrom e a broca-do-colo listrada quando diminuem a produção de serotonina. A pesquisa foi realizada por especialistas da Universidade de New Castle do Reino Unido e da Universidade de Zhejiang na China.

A serotonina é considerada o hormônio da felicidade e está presente em todos os seres vivos, nos humanos ela é um neurotransmissor importante capaz de regular o humor, aumentar o apetite e ajudar na memória. Anghard Gatehouse, co-autor do estudo e professor de biologia molecular de invertebrados na Universidade de New Castle chama a atenção para a semelhança entre todos os seres vivos e ressalta que a função da serotonina na planta é regular o crescimento e o desenvolvimento do vegetal.  

“Este exemplo mostra como as mesmas substâncias químicas que modificam o comportamento em animais podem ser usadas para regular a defesa das plantas contra pragas de insetos e é outro lembrete de que todos os organismos vivos têm mais semelhanças do que diferenças em nível básico”, explica.

A broca-do-colo e a cigarrinha marrom são duas das pragas que mais estragam as plantações de arroz em todo o mundo, enquanto a primeira atua mastigando o caule das plantas jovens, o segundo suga a seiva e transmite vírus para o vegetal. Gatehouse alerta para a influência do uso indiscriminado de agrotóxicos no aumento dessas pragas.

“O uso indiscriminado de pesticidas químicos resultou nestas duas pragas tornando cada vez mais difícil de controlar “, explica o professor Gatehouse. O desenvolvimento de variedades de arroz resistentes a insetos é visto como uma abordagem viável e ecologicamente sustentável para o controlo destas devastadoras pragas de insetos”, comenta.

A produção da serotonina aumenta quando a planta fica exposta à uma invasão de insetos, sendo assim, os pesquisadores buscam desativar o gene que produz o hormônio.


Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
24/03/2017