NOTÍCIAS
18/04/2017
China importa US$ 5,75 bilhões até março e é o principal mercado para o agronegócio brasileiro
O aumento de 34,2% nas exportações realizadas até o mês de março contribuíram para consolidar ainda mais a China como principal país de destino das exportações do agronegócio brasileiro com embarques no montante de US$ 5,75 bilhões. De janeiro a março de 2016, as exportações do agronegócio para os chineses totalizaram US$  4,288 bilhões. Os dados são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Nos três primeiros meses do ano, a China teve uma participação de 28,0% nas exportações totais do agronegócio brasileiro, contra uma fatia de 21,4% em igual período do ano passado.

A alta nas exportações para a China foi liderada pela soja em grãos (no total de US$ 4,29 bilhões), seguida pela celulose (US$ 618 milhões), carne bovina in natura (US$ 220 milhões) e carne de frango in natura (US$ 187 milhões).

Os Estados Unidos foram o segundo mercado para os produtos do agronegócio brasileiro com um total de US$ 1,46 bilhão. Como resultado, a participação americana na pauta exportadora brasileira passou de 7,2% no primeiro trimestre de 2016 para 7,1% no primeiro trimestre de 2017. A queda resultou, principalmente, da retração nas vendas de suco de laranja (-31,3%), fumo não manufaturado (-50,9) e papel (-45,5%).

Segundo os dados do Mapa, os países que mais contribuíram para a ampliação das vendas externas do agronegócio brasileiro, além da China, foram a Rússia, Arábia Saudita, o Irã e Argélia. Em conjunto, incluindo a China, houve aumento de US$ 1,92 bilhão para esses mercados no primeiro trimestre deste ano.

Fonte: Comex Do Brasil
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS