NOTÍCIAS
19/01/2017
Preços dos fertilizantes devem subir, diz analista

Tendência é de elevação das cotações a partir de março; negociação antecipada pode pesar menos no bolso do produtor 

Quem ainda não comprou fertilizantes para a segunda safra de milho deve se apressar. A tendência, segundo analistas de mercado, é de alta nos preços do insumo. Além disso, comprando agora, é possível negociar um valor que pese menos no bolso.

O produtor rural Claudinei Baptistella, de Boituva (SP), ainda não comprou o adubo que irá usar daqui a um mês, após a colheita da soja. Ele afirma estar cotando com as empresas, à procura do melhor preço.

Atualmente, a tonelada de potássio no porto de Paranaguá-PR, custa aproximadamente US$ 240,00, cerca de 10% menos que em janeiro de 2016. Já a úreia está em torno de US$ 275,00 à tonelada, 28% mais que no mesmo período de 2016. Para o analista do setor de fertilizantes da INTL FCStone, Marcelo Mello, o preço pode subir ainda mais até março, por isso aconselha a compra neste momento.

Ele afirma que, com o início do plantio da safra americana de milho os preços devem subir. Ainda segundo Mello, o potássio subiu muito pouco nos últimos meses, mas o mercado se prepara para uma possível alta moderada a partir de março ou abril.

Fonte: Canal Rural

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS