NOTÍCIAS
16/07/2020
Campeão nacional de produção de soja colhe 118,82 sacas por hectare

Plantio direto, rotação de culturas e lavoura sem inseticidas foram alguns dos ingredientes da receita do vencedor do concurso do Cesb

“Não tem segredo. Tem que fazer o básico bem feito e produzir com sustentabilidade.” A receita é do agricultor Laércio Dalla Vecchia, de Mangueirinha, sudoeste do Paraná, campeão nacional do 12º Desafio CESB de Máxima Produtividade de Soja, que foi divulgado nesta terça-feira (14/7) em evento online. Com plantio direto, rotação de culturas e sem aplicação de inseticida, ele colheu 118,82 sacas por hectare na área de 2,57 hectares que foi auditada. Foi a sexta vez que um produtor paranaense levou o prêmio nacional do CESB (Comitê Estratégico Soja Brasil).

Apesar de a produtividade do campeão ser mais que o dobro da média nacional de 55,5 sacas por hectare, ela foi a menor registrada no desafio dos últimos seis anos. Desde a safra 2014/2015, o vencedor vinha colhendo acima de 120 sacas por hectare. O recordista do desafio é o produtor de Guarapuava (PR) Marcos Seitz, com 149 sacas por hectare em 2016/2017. No primeiro desafio, em 2008/2009, o vencedor conseguiu 82,8 sacas por hectare.

Segundo Leonardo Sologuren, presidente do Cesb, as condições climáticas, como falta ou excesso de chuvas, influenciaram o resultado. “Na última safra, houve perdas de até 63% na produtividade dos sojicultores brasileiros. No Paraná, onde está o campeão nacional, as quebras atingiram 46% em média.”

Fonte: Revista Globo Rural

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
07/01/2020