NOTÍCIAS
18/06/2020
Setor de HF e os impactos negativos do Covid-19

Frutas e hortaliças mais perecíveis são mais sensíveis às medidas de distância

A queda no poder aquisitivo da população brasileira e medidas limitantes para a abertura dos estabelecimentos comerciais podem reduzir a demanda por frutas e hortaliças no segundo semestre. Além disso, no inverno, a produtividade das hortaliças aumenta, mas há queda do consumo de frutas.

De acordo com Cepea, outro fator negativo é que, mesmo com a flexibilização, as escolas e os restaurantes não devem funcionar plenamente no segundo semestre. 

Vale mencionar, ainda, a dificuldade de escoamento da cadeia produtiva, principalmente via Centrais de Distribuição. No geral, quanto mais longa a cadeia e com mais intermediação, mais dificuldade há na coordenação e no escoamento do produto.

As frutas e hortaliças mais perecíveis também são mais sensíveis às medidas de distância/isolamento social porque o consumidor tem ido às compras com menor frequência. Outro ponto importante a considerar é a possível intensificação da já limitada capacidade de compra do consumidor brasileiro no segundo semestre, por conta da queda da renda e/ou do aumento do desemprego. Assim, as vendas especialmente de frutas e hortaliças mais caras devem diminuir.

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
07/01/2020