NOTÍCIAS
06/03/2020
China compra mais seis cargos de soja brasileira

"São mais 2,06 milhões de toneladas negociadas apenas em março"

As boas margens de esmagamento da China, aliadas com as boas margens de originação do Brasil, fizeram com que a China comprasse mais seis cargos de soja brasileira nesta semana, segundo informações divulgadas pela T&F Consultoria Agroeconômica. A 12ª desvalorização seguida do Real também foram um fator preponderante para a comercialização nas 360.000 toneladas. 

“Somadas às 600 mil do dia anterior e mais 1,0 milhões de toneladas do início da semana, são mais 2,06 milhões de toneladas negociadas apenas em março de soja brasileira para a China. Na Argentina os agricultores terão o quarto dia de greve em protesto contra o aumento do imposto de exportação de soja anunciado nesta semana pelo Governo, subindo de 30% para 33%”, comenta a T&F. 

No entanto, os prêmios FOB nos portos brasileira estiveram entre 3 e 4 cents mais fracos. “No mercado de Paper em Paranaguá foi negociado mais um navio para Maio de 2020 a + 38K. Os prêmios CIF da soja brasileira no porto chinês de Dallian recuaram 1 cent para Maio e permaneceram inalterados para as demais posições”, completa. 

“No  porto chinês de Dallian  o  preço  da soja grão avançou  para US$  533,40/t, contra  US$ 527,12/t do dia anterior; o preço do farelo recuou para US$ 390,39/t, contra US$ 394,26/t do dia anterior e o preço do óleo, também recuou para US$ 761,47/t, contra US$ 762,81/t do dia anterior. Em Rotterdam, o principal porto não-China de demanda de soja e subprodutos, o preço do primeiro  mês  cotado  da  soja-grão  recuou  para  US$  376,40/t  contra  US$  377,80/t  do  dia anterior”, conclui.

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
07/01/2020
05/05/2017