NOTÍCIAS
28/02/2020
Coronavírus já impacta no preço de produtos frescos

Com a proliferação do vírus, as rotas internacionais de fornecimento sofreram interrupções

Os primeiros impactos do Coronavírus no mercado mundial de alimentos já começa a ser sentido. Conforme a Tridge, um centro global de fornecimento e inteligência de mercado para compradores e fornecedores de alimentos, dados colhidos entre o início do surto (em janeiro) e meados de fevereiro mostram significativas alterações nos preços. 

Conforme a Tridge, a maior variação nos valores no atacado até agora são de frutas tailandesas, cítricos da África do Sul e alho indonésio. Com a proliferação do vírus atingindo dimensões mundiais, as rotas internacionais de fornecimento sofreram interrupções bruscas. Países como Rússia, Indonésia e Austrália chegaram a fechar fronteiras com a China ou implementaram medidas temporárias de bloqueio na importação de commodities agrícolas do país asiático. 

A Tridge prevê que o Coronavírus deverá seguir impactando o preço de alimentos ao redor do mundo à medida que os casos da doença se espalharem. Até agora, um dos principais impactos comerciais observados é a redução de importação de laranja e outras frutas cítricas da África do Sul. Visto que a China é o segundo maior importador dos itens daquela região, a estratégia chinesa de reduzir em dois terços sua economia para tentar evitar a proliferação da doença acaba prejudicando seus fornecedores.

Além disso, é impactante a forte queda nas compras pela China de frutas do Vietnam – que depende totalmente do mercado chinês para vender sua produção. Por fim, houve ainda uma suspensão do governo indonésio de importações chinesas. 

“Com tantos fatores afetando os preços de ingredientes alimentares, como mudanças climáticas e doenças humanas ou animais, compradores e fornecedores precisam estar constantemente vigilantes e acompanhar de perto o mercado”, afirma Hoshik Shin, fundador e CEO da Tridge. 

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
07/01/2020