NOTÍCIAS
22/10/2019
Futuros fecham em baixa em Chicago

“O contrato de novembro fechou a $ 933,25 cents/bushel"

Os futuros de soja na Bolsa de Chicago fecharam em leve baixa nesta sexta-feira, segundo informações divulgadas pelo especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica. De acordo com ele, o farelo também acabou em recessão. 

“O contrato de novembro fechou a $ 933,25 cents/bushel (contra $ 934,00 da sessão anterior), com máxima de $ 940,00 (938,75) e com mínima de $ 930,25 (930,75). O farelo de soja de dezembro fechou em baixa de US$ 0,80/tonelada curta a $ 307,70 (308,50). O óleo de soja, porém, fechou em alta de 12 pontos, com o contrato de dezembro a $ 30,48 (30,36)”, indica. 

Nesse cenário, o relatório de inspeções de exportação de soja para a semana que terminou em 17/10 foi liberado na manhã desta segunda-feira e indicou que os embarques estão 7,24% acima do ano anterior. “Devido a um aumento de 26,3% em relação à semana passada, os 1.296 milhões de toneladas de exportações de soja elevaram ao total do ano comercial para 6.458 milhões de toneladas. O principal destino da soja foi a China, com 207,445 milhões de toneladas (16%)”, completa. 

“As previsões para o progresso da colheita da soja estavam entre 37% a 40% para o relatório que foi liberado na noite desta segunda-feira. O ritmo médio de 5 anos é próximo de 64%. Estimativas de mercado indicam que o plantio da safra brasileira atingiu 23%, em linha com a média dos últimos 5 anos. Empresas privadas chinesas compraram 480 MT do Brasil na semana passada, sem compras nos EUA. Há especulações de que as empresas tenham esgotado suas isenções tarifárias para importações dos EUA. As empresas afiliadas ao governo não pagam a tarifa e continuam comprando nos EUA”, conclui. 

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS