NOTÍCIAS
23/08/2019
Cientistas conseguem cultivar em solos danificados pelo sal
Um grupo de pesquisadores pode ter encontrado uma maneira de reverter a queda das safras causada por fazendas cada vez mais salgadas em todo o mundo. Liderados por Brent Nielsen, professor de microbiologia e biologia molecular da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, os cientistas usaram bactérias encontradas nas raízes de plantas tolerantes ao sal para inocular com sucesso as plantas de alfafa contra o solo excessivamente salgado.

"Nós pegamos as raízes dessas plantas tolerantes ao sal (chamadas halófitas), moemos e cultivamos as bactérias em uma placa de Petri no laboratório", disse Nielsen. "Fazendo isso, isolamos mais de 40 diferentes isolados de bactérias, alguns dos quais podem tolerar o teor de sal no nível do oceano”, comenta ele.

A equipe então aplicou os isolados de bactérias às sementes de alfafa através de uma solução e testou a capacidade da alfafa de crescer em condições altamente salinas. Eles observaram um crescimento significativo da alfafa tanto em laboratório quanto em experimentos em estufa realizados por colaboradores do Instituto de Aprendizado e Pesquisa Avançados da Virgínia.

O estudo identifica dois isolados específicos de bactérias - Halomonas e Bacillus - que trabalharam para estimular o crescimento das plantas na presença de 1% de cloreto de sódio (sal), um nível que inibe significativamente o crescimento de plantas não inoculadas. Esta descoberta é significativa, uma vez que os solos em todas as áreas da China, Austrália e Oriente Médio têm crescido cada vez mais salgados, bem como grandes áreas agrícolas no sudoeste dos Estados Unidos.  

Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS