NOTÍCIAS
10/07/2019
Safra de grãos russa pode crescer entre 2% e 5% em 2019
A safra de grãos da Rússia em 2019 pode ser de 2% a 5% maior que a do ano passado, afirmou nesta terça-feira Roman Vilfand, chefe de pesquisa da consultoria meteorológica russa Hydrometcentre.

Maior exportador de trigo do mundo, a Rússia começou a colher a safra mais cedo do que o normal neste ano devido a uma onda de calor em junho, que causou o rebaixamento de várias previsões de safra nas últimas semanas.

“Pode-se respirar de novo: tal situação não se repetirá”, disse Vilfand, ao comparar a onda de calor de junho com as expectativas para o resto do verão. “Não haverá seca”.

O clima quente e seco de junho teve algum impacto negativo na safra, mas as chuvas desde então melhoraram a condição das semeaduras, disse Vilfand, acrescentando que as plantações estavam atualmente em condições satisfatórias em geral.

Desde partir de 5 de julho, os agricultores russos colheram 19,3 milhões de toneladas de grãos em peso de “bunker” – antes de secar e limpar – e os rendimentos permanecem acima de um ano atrás. Em 2018, a Rússia teve uma safra de grãos de 113 milhões de toneladas em peso limpo.

Espera-se que as temperaturas caiam em julho ante junho na Rússia em geral, enquanto agosto pode estar próximo do nível normal ou um pouco mais quente do que o habitual na parte europeia da Rússia, disse Vilfand.

“A partir de agora, pode-se dizer que há uma probabilidade de 90% de que julho seja mais frio que junho”, disse ele a repórteres.

 

Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
04/01/2017