NOTÍCIAS
03/05/2019
Descoberto teste de qualidade de grãos mais preciso
Cientistas e engenheiros do Serviço de Pesquisa Agrícola (ARS) do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) afirmaram ter desenvolvido uma maneira melhor de realizar testes de “número decrescente”, um fator chave na determinação da qualidade dos grãos. Número decrescente é um procedimento usado para caracterizar a adequação do trigo para processamento em pão, macarrão, bolachas e bolos.

De acordo com Steve Delwiche, engenheiro agrônomo da ARS, que trabalhou com sua equipe no Food Quality Laboratory, em Beltsville, afirmou que o intuito da pesquisa era experimentar a queda do número em uma câmara de baixa pressão. Os pesquisadores disseram que foram capazes de desenvolver um método mais preciso para que os resultados numéricos em queda possam ser expressos em condições laboratoriais equivalentes.

"A variação da pressão barométrica causada pela elevação do solo do laboratório e padrões climáticos locais significa que as condições térmicas deste teste podem variar. Dependendo da elevação do terreno do laboratório que realiza o teste, alguns lotes na margem podem ficar acima da especificação, mas quando avaliados em um laboratório diferente, por exemplo, em um terminal marítimo, o resultado pode cair do outro lado. Isso pode levar à incerteza e ineficiência do sistema de mercado. Comumente, lotes com o resultado abaixo de 300 segundos são descontados em 25 ¢ por bushel. Uma nova correção matemática resolve esse problema de variação”, disse o órgão.

A ARS disse que o Serviço Federal de Inspeção de Grãos do USDA começou a implementar a correção em uma nova versão de sua diretiva sobre o número decrescente. A Associação Americana de Químicos de Cereais Internacionais também alterou seu “método aprovado” sobre a queda do número como uma correção opcional.  

Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS