NOTÍCIAS
28/02/2019
“Agricultura e meio ambiente devem se casar novamente”
A diretora de terra da The Nature Conservancy  (TNC) para a América Latina, Ginya Truitt Nakata, afirmou que a agricultura e o meio ambiente devem andar unidos novamente, como se fosse um casamento. Segundo ela, a América Latina e o Caribe (ALC) desempenham um papel crítico na questão da segurança alimentar global, produzindo 13% dos alimentos consumidos no mundo.

Nakata, que é especialista em agricultura e segurança alimentar, pediu mudanças na maneira como pensamos e falamos sobre agricultura e meio ambiente, em prol da saúde humana e planetária. "O setor agrícola é totalmente dependente dos insumos fornecidos pelo meio ambiente. Toda vez que produzimos algo, degradamos o solo e, até agora, apenas valorizamos o produto sem avaliar a produtividade futura desse solo. É uma mudança de mentalidade”, comenta ela.

De acordo com a especialista, é de vital importância deixar no passado a separação que surgiu entre os dois tópicos. "Não é que o meio ambiente seja contra a agricultura, nem a agricultura contra o meio ambiente; que o divórcio que foi gerado no passado não deveria mais existir, ambas as questões deveriam voltar a se casar, porque cada uma depende da outra", disse.

Outro aspecto ressaltado é a importância das zonas livres de safras, cujo bem-estar, segundo ela, depende da saúde das áreas cultivadas, pois considera que não é possível cuidar do meio ambiente sem agrobiodiversidade e biodiversidade. Estes "ambos desempenham um papel crítico e isso representa uma oportunidade para começarmos a trabalhar sobre essas questões de maneira equilibrada, podemos ser um exemplo para o resto do mundo”, conclui.  

Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS