NOTÍCIAS
27/02/2019
Internet conecta equipamentos da fazenda e traz praticidade à rotina de produtores irrigantes
Do acionamento do pivô ao monitoramento dos sistemas: operações são facilitadas pelas máquinas que conversam entre si

Os benefícios que a internet pode trazer para facilitar o trabalho do produtor rural já são bem conhecidos, mas a evolução das tecnologias está dando origem a novos produtos que estão mudando a forma como a agricultura é executada e administrada, e o mesmo se aplica a atividades como a irrigação. Depois de anos conectando as pessoas, a internet passa agora para uma nova fase: a conexão das coisas. Ferramentas, sistemas e até grandes maquinários se conectam, deixando certos processos automáticos e controláveis a distância, aumentando a liberdade do usuário.

A indústria de irrigação já está aproveitando os benefícios desta nova era tecnológica. A Valley, líder do setor de agricultura de precisão, está investindo em produtos inovadores que trazem a tecnologia para o campo, permitindo que o produtor exerça o controle sobre o seu sistema de irrigação sem precisar sair de casa, em qualquer momento. Foi assim que nasceu o AgSense, uma solução de gestão remota de equipamentos de irrigação, que abrange diversos produtos desenhados para aumentar a automatização dos pivôs e painéis de irrigação da empresa. Entre eles, destaca-se o Field Commander, uma ferramenta de monitoramento e controle de pivôs orientados por GPS, que fornece informações em tempo real e pode ser acessado por smartphone, computador ou tablet.

“A automação permite que o produtor assuma o controle das operações dos equipamentos a qualquer momento, de qualquer lugar. Assim, ele economiza tempo e reduz os custos, contribuindo para que as decisões sejam tomadas de forma mais rápidas e assertiva. Além de controlar remotamente os pivôs e realizar programações, a tecnologia permite que o produtor acompanhe em tempo real as operações, garantindo que elas sejam realizadas conforme planejado. Caso algo não esteja conforme esperado, basta alguns cliques no smartphone ou computador para corrigir a situação, dispensando o deslocamento até o campo”, explica Andre Ramos Stanciola, Consultor de Tecnologia. 

Na fazenda Aliança, localizada no município de Nova Glória (GO), o AgSense constitui uma parte do sistema de irrigação desde a sua implantação, em 2015. A propriedade, onde se produz soja, milho semente e feijão, conta com 250 hectares irrigados, atendidos por seis pivôs Valley.

O gerente geral da fazenda, José Félix Cintra Morais, observa que o sistema trouxe diversas vantagens para as atividades de irrigação da lavoura. “Um dos principais benefícios é a facilidade do manuseio do sistema de irrigação. Os nossos pivôs trabalham, geralmente, entre as 21h e as 6h; se eu não utilizasse o AgSense, eu teria que acompanhar pessoalmente o funcionamento dos equipamentos no campo, o que seria um grande obstáculo”, conta.

Com o AgSense, o produtor pode programar os pivôs para funcionarem durante um determinado horário, interromper o funcionamento em caso de chuva, e monitorar o equipamento em tempo real. “Desde que passamos a usar a irrigação, tornou-se uma ferramenta absolutamente essencial para nós. Estamos muito satisfeitos com a Valley e sempre estamos interessados nas novas tecnologias que estão sendo desenvolvidas para o campo”, ressalta.

Para o futuro, a tecnologia continuará a fazer parte do dia a dia na fazenda Aliança. De acordo com o gerente, existe a previsão de ampliar o sistema de irrigação das lavouras nos próximos três anos. “Já sabemos que os novos pivôs farão uso do AgSense, e quaisquer outras tecnologias que a Valley apresente nesse tempo”, conta. Entre os produtos que interessam a equipe da fazenda, incluem-se os painéis inteligentes da linha Icon, que permitem a gestão da irrigação diretamente no pivô e são compatíveis com as ferramentas do AgSense.

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
07/03/2017