NOTÍCIAS
26/11/2018
Milho: Feriados consumiram os estoques
Os feriados consumiram os estoques de milho durante a última semana. De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, esses estoques precisam urgentemente serem repostos, no entanto, os vendedores necessitam limpar os armazéns.

“No RS, apesar de estado ter um déficit anual em torno de 1,5MT, a maior movimentação neste momento é para a exportação, que paga entre R$ 37,50 e R$ 38,00/saca, sobre rodas no porto de Rio Grande. No mercado interno milho disponível está sendo negociado devagar a R$ 38,00/saca e o mesmo preço para milho de fora do estado, mais ICMS, posto fábrica. Milho futuro também está sendo negociado a R$ 38,00 no porto”, informa o analista.

Pacheco indica que, em SC os preços do milho caíram 4,48% em Campos Novos, baixando para R$ 38,00 no mercado de lotes e R$ 32,00 no mercado de balcão e 2,44% no mercado de lotes em Concórdia, recuando para R$ 40,00, mesmo percentual de recuo em Joaçaba, onde os preços caíam também para R$ 40,00. Em Mafra o recuo foi de 1,25% para R$ 39,50 e em Xanxerê foi o único lugar em que o preço subiu, cerca de 1,67%, para o produtor, para R$ 30,50.

“A área de plantio de milho primeira safra (verão) 2018/19 alcançava 97% da área prevista para o Centro-Sul do Brasil até ontem (22), de acordo com levantamento da AgRural. Um ano atrás, 71% da área estava plantada. A média de cinco anos é de 80%. Com os trabalhos finalizados nos três Estados do Sul, as plantadeiras estão passando agora sobre os últimos talhões de São Paulo, Minas Gerais e Goiás, que estão com 98% de suas áreas semeadas. As lavouras se desenvolvem bem em todos os Estados e a expectativa, por enquanto, é de boa safra”, comenta.

Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS
02/06/2015