NOTÍCIAS
13/11/2018
Rio Grande do Sul plantou 79,6% da lavoura, mas área vai ser maior
A primavera seca e dias mais quentes em novembro têm ajudado no avanço do plantio das lavouras de arroz no Rio Grande do Sul. Segundo o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), até a quinta-feira, dia 8 de novembro, 79,6% da área estimada em 1,007 milhão de hectares já estavam plantados.

A identificação de alguns municípios com mais de 102% das áreas cultivadas têm levado o setor a avaliar que a área total pode superar a intenção de cultivo em perto de 5 mil hectares, passando de 1,007 milhão de hectares para 1,012 milhão, o que não é significativo. Ainda assim, a área que cairia 71 mil hectares, deve cair 66 mil, ou 6,2%.

A época considerada ideal para a semeadura encerra no dia 20 de novembro e a expectativa é de que mais de 90% da área já estejam semeados. Tem faltado umidade no solo para o plantio direto e cultivo mínimo. A emergência das lavouras plantadas nos últimos 15 dias também está um pouco prejudicada, bem como o atraso da entrada de irrigação em algumas lavouras, em especial na Zona Sul e na Campanha.

As lavouras plantadas mais cedo estão em fase mais adiantada de manejo, com controle de invasoras e irrigação já avançadas, bem como aquelas cultivadas em sistema pré-germinado.

A Fronteira Oeste que tem a maior extensão de lavouras e começou mais cedo já alcança 89,7% da superfície estimada semeada, enquanto a Campanha bate em 82,25% e a Zona Sul já superou os 93%. A Planície Costeira Interna chegou a 79,36% e a Externa que tradicionalmente planta mais tarde a 65,7%.           

          

Fonte: Agrolink
GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS