NOTÍCIAS
15/10/2018
Governo dos EUA acusado de produzir armas biológicas em insetos

DARPA diz que tecnologia foi criada para proteger cultivos maduros, como o tomate

Cientistas norte-americanos estão acusando a Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA), do governo dos Estados Unidos, de estar criando uma nova classe de armas biológicas que funcionariam por meio de insetos infectados por vírus. De acordo com um editorial publicado na revista Science por um grupo de pesquisadores liderado por Richard Guy Reeves, do Instituto Max Planck de Biologia Evolutiva da Alemanha, o projeto “Insetos Aliados” seria apenas um disfarcem para a criação de armas. 

Segundo a agência, o projeto nada mais é do que uma pesquisa que visa proteger o suprimento de alimentos agrícolas dos EUA, fornecendo genes de proteção às plantas através de insetos, que são responsáveis pela transmissão da maioria dos vírus. De acordo com Blake Bextine, gerente do programa, as culturas de tomate e milho estão sendo usadas para os testes neste momento.

"O ‘Insetos Aliados’ tem como objetivo desenvolver contramedidas redimensionáveis, facilmente implantáveis e generalizáveis contra possíveis ameaças naturais e de engenharia para cultivos maduros. O programa está desenvolvendo tecnologias para projetar e entregar essas Terapias relevantes em escalas de tempo - ou seja, dentro de uma única estação de crescimento”, comenta. 

No entanto, para os cientistas, a situação pode ser mais séria do que parece, podendo sair do controle. “O mero anúncio do programa, com suas justificativas apresentadas, pode motivar outros países a desenvolver suas próprias capacidades nessa área, na verdade, já pode ter feito isso”, conclui Reeves.

Fonte: Agrolink

GALERIA DE FOTOS
Nenhuma imagem cadastrada.
 
OUTRAS NOTÍCIAS